Nesse campo, a Itália adotou e desenvolveu, desde o tempo dos romanos, um habito que se difundiu através de toda a península, quando as águas e os banhos termais já eram uma característica típica da vida urbana.

O interesse pelos spas na Itália não existe exclusivamente por razões da saúde, ou a proximidade dos grandes centros de arte, esses resorts são excelentes bases de apoio para excursões culturais. Os esplêndidos parques existentes nos entornos dos spas mais famosos, e a infra-estrutura que foi criada para atividades de lazer, fazem deles resorts de férias, ideais por si só.

Os spas termais italianos não são apenas aqueles que exploramos recursos das águas quentes (como sugere a palavra "termal"), pois as fontes de águas minerais estão agora geralmente incluídas nessa categoria.