O Catolicismo Romano é de longe a maior religião do país, embora a Igreja Católica não seja mais a religião oficial do estado. 87,8% dos italianos identificam-se catolicos romanos, embora apenas um terço descrevem-se como membros ativos (36,8%).

A sede mundial da Igreja Católica Romana situa-se no Vaticano, um Estado religioso independente, encravado em território Italiano, e que tem por representante a figura do Papa.

Outros grupos cristãos na Itália incluem mais de 700.000 cristãos ortodoxos ,incluindo 470.000 imigrantes, e por volta de 180.000 Gregos ortodoxos, 550.000 Pentecostais e Evangélicos (0,8%) (dos quais 400.000 são membros da Assembleia de Deus), 235.685 Testemunhas de Jeová (0,4%), e 104.000 de outras religiões.

A minoria religiosa mais antiga do país é comunidade judaica, que compreende por volta de 45.000 pessoas, mas não é mais o maior grupo não-cristão da Itália.

Como resultado da significante imigração de outras partes do mundo, 825.000 Muçulmanos (1.4% da população total) moram no país, mas apenas 50.000 são cidadãos italianos. Ainda, tem 110.000 budistas (0,2%), 70.000 Sikhs, e 70.000 Hindus (0.1%) na Itália.