Vida Noturna

Há muitas opções para sair à noite por toda a Europa: bares originais, atmosferas variadas para todos os gostos e festas que vão madrugada adentro.

As cidades universitárias têm vida noturna quase todos os dias da semana, que começa no fim da tarde nos inúmeros bares. Depois da meia-noite, é possível encontrar uma série de opções para o agito noturno: nos muitos pubs, bares e discotecas você pode dançar com todos os estilos de música, assistir a shows ou simplesmente tomar uma bebida numa atmosfera descontraída.

Com o calor, nada mais agradável que papear com os amigos nos terraços dos restaurantes e cafés, que invadem as calçadas e praças das cidades no verão.

Mas o frio também proporciona bastante animação noturna – a região dos Alpes é famosa não só pelo esqui mas também pelas atividades après-ski (depois do esqui). Os turistas gastam a energia restante no fim do em uma infinidade de clubes, bares e discotecas que lotam até de madrugada. Para flertar, a dica é ir para a cidade de Ischgl, perfeita para fazer contato com novas pessoas, flertar e rir.

Na Islândia, a festa começa tarde - bares e discotecas começam a encher só depois da meia-noite. Geralmente, os amigos se reúnem na casa de alguém antes de sair. Há inúmeros bares, discotecas, bares e restaurantes noturnos na capital Reykjavik. Em uma noite, é possível circular por diversos deles sem se cansar, e sem gastar muito, utilizando o Cartão de Descontos e Viagem da Islândia.

Já a vida noturna da Irlanda tende a se concentrar em torno dos bares, alguns dos quais esticam o horário até de manhãzinha.

Em Portugal, nada melhor do que aproveitar as longas noites ao ar livre, começando em um terraço à beira-mar ou beira-rio e terminando em um bar ou clube a gosto. A vida noturna do Porto é uma das mais animadas de Portugal. A maioria dos cafés, discotecas e bares estão concentrados na "zona da Ribeira", no velho Centro da cidade. Freqüentados principalmente por estudantes, estes locais de diversão têm terraços externos.

A Bélgica está rapidamente se tornando o destino mais procurado da Europa para os jovens entre 20 e 30 anos. A vida noturna se concentra sobretudo em Bruxelas, Antuérpia, Louvain e Namur. Mas não importa onde você estiver, na Bélgica sempre há uma festa - e você está convidado! Das 8 da noite às 8 de manhã você encontrará um lugar onde saborear uma cerveja e em um festival de jazz, show de rock, discoteca, pub ou até em um cassino.

Os pubs na Holanda ficam normalmente abertos até às 4 horas da manhã às sextas e sábados e até as 2 horas nos outros dias. O destaque vai para a cidade de Roterdã, cujo número de cafés, restaurantes, clubes e discotecas explodiu nos últimos vinte anos.

A vida noturna do Luxemburgo é igualmente vibrante, com uma grande variedade de locais onde aproveitar a noite.

Londres dispensa apresentações: todos conhecem a fama da vida noturna variada e vanguardista da cidade. Glasgow, Liverpool e Manchester não ficam muito atrás. Os pubs e bares de vinho ingleses fecham às 11 da noite, mas os clubes ficam abertos até de madrugada.