Esportes aquáticos

Em busca de um pouco de diversão, ou de uma descarga de adrenalina? Para aqueles que gostam do mar e do verão, a Europa oferece a possibilidade de praticar uma série de esportes aquáticos, como jet ski, esqui aquático, wakeboard e paraquedismo na água.

Nas costas existem escolas de mergulho, vela e habilidades náuticas em geral, bem como aulas de natação. Várias agências alugam barcos ou jet skis junto com outros equipamentos para esportes aquáticos. Também estão disponíveis as emoções do parasailing e esqui aquático.

Nos rios e lagos, você pode optar pelo rafting, hot-dog (duas pessoas num caiaque inflável), canoagem de águas brancas, jangadas, caiaque em águas paradas e hydrospeeding. Existem cursos e atividades para todos os gostos - de iniciantes a remadores avançados. Para aqueles que desejam testar a coragem, é possível saltar de desfiladeiros e descer com cordas do alto de pontes e quedas d'água.

O rafting de água branca é feito em uma jangada inflável com uma equipe de 4 a 8 pessoas liderada por um guia qualificado. Viagens de descoberta para as crianças ou descidas mais aventureiras estão disponíveis para qualquer um que saiba nadar. O caiaque, para aqueles que não conhecem, é um barco de dois lugares, tecnicamente sofisticado e fácil de navegar, sendo bastante estável.

Descubra a sensação de descer corredeiras na natação em águas brancas (hydrospeeding), praticando slalom ou surfando. Quem tem acima de 14 anos pode também ser levado rio abaixo em alta velocidade em uma bóia de espuma.

Onde ir?

Na costa do Oceano Atlântico é possível praticar inúmeros esportes náuticos, que vão da simples natação ao jet ski, a canoagem, caiaque e mergulho.

Em alguns países a pesca de alto mar também está se tornando um esporte popular, como é o caso da Islândia. A temporada começa no final de maio e dura até o final de agosto, com torneios em diferentes partes do país.

O caiaque é popular nas vias navegáveis interiores, nas baías suaves ou margens selvagens dos rios, enquanto o rafting oferece emoções mais fortes com os turbilhões das águas glaciais. Uma nova modalidade popular na Islândia é o jetboating: os barcos a jato d'água são especialmente concebidos para navegar em rios de alta velocidade e podem girar 360°, dando à sua viagem muita adrenalina e diversão.

Há também rios de água branca nos Pirineus para descidas mais extremas com a garantia de fortes emoções. Finalmente, você pode tentar caiaque no mar ao longo dos 250 km de costa do Oceano Atlântico.

O litoral português é um paraíso para os amantes de esportes aquáticos. No norte, onde o mar é mais agitado, as práticas mais populares são a pesca em águas abertas, surf e bodyboarding. Experimente as águas em Ofir, Póvoa de Varzim, Leça da Palmeira e Espinho. No Algarve, reinam as atividades subaquáticas. Mergulho e pesca submarina estão disponíveis nas áreas de Sagres e Lagos.

Já aqueles que pensam em enfrentar o Mar do Norte devem ser razoavelmente experientes, pois o mar da região é bastante imprevisível. A Grã-Bretanha é uma ilha de corridas, e sua história de vela, canoagem e atividades aquáticas tem centenas de anos. Apesar de sua tradição naval ser militar, hoje a maioria prefere a indústria do lazer – aproveitando das águas para se divertir.