O que comprar

Fazer compras na Europa é muito tentador: chocolates belgas e suíços, artigos de couro espanhóis e turcos, roupas e acessórios franceses, jóias italianas ou gregas, enfeites de Natal alemães e escandinavos, bordados de Chipre, malhas de lã feitas à mão no Reino Unido ou na Islândia... e isso é apenas o começo. Cartões postais, livros de fotos e lembrancinhas típicas dos lugares que você visitou são ótimas maneiras de levar de volta para casa um pouco da Europa.

Mas antes de sair comprando, compare um pouco os preços dos itens que gostaria de adquirir. Se puder, faça isso antes mesmo de viajar, para poder ter uma idéia se está pagando o preço justo e levando a mercadoria original.

Outra boa idéia antes de sair é descobrir as normas e cotas da alfândega para os itens que você pretende trazer, principalmente com relação aos produtos alimentícios. Assim, quando tiver comprado aquele maravilhoso azeite, conservas ou licor, não terá o desgosto de ter que deixá-los no aeroporto ou pagar impostos inesperados.

Onde comprar

Onde comprar? Depende da sua preferência. É possível encontrar grandes marcas internacionais nas principais ruas comerciais de toda cidade grande. A vantagem é que se você não teve tempo de comprar aquela camiseta incrível na Suécia e se arrependeu depois, poderá encontrá-la na República Tcheca.

A Europa também conta com muitos outlets nos quais você pode passar um dia inteiro aproveitando as pechinchas. As lojas de departamento oferecem uma ampla gama de produtos, e muitas vezes são uma atração à parte com sua arquitetura, como é o caso das Galerias Lafayette, em Paris e Saint Gallerie Hubert, em Bruxelas, sem falar das famosas vitrines da Harrod's e Selfridges, em Londres.

Fora dos grandes eixos, aproveite para passear por ruas paralelas e bairros fora da zona turística para encontrar verdadeiras jóias: lojas exclusivas e butiques especializadas em arte, cerâmica, vestuário, artigos de couro e jóias produzidos localmente.

Por sua vez, os mercados ao ar livre são um dos grandes prazeres da Europa. Geralmente, eles vendem produtos de estação e artigos artesanais que você encontra menhum outro lugar. As feiras de coisas são outra tradição local e agradam aos colecionadores e pessoas em buscam de bons negócios. Existem até mesmo mercados específicos para um único tipo de item, como as antiguidades. Para saber onde ir, a melhor maneira é conversar com os locais ou se informar junto aos escritórios de turismo local.

E se sua viagem foi muito intensa, sem tempo para compras, uma última oportunidade de aproveitar dos melhores produtos locais está no aeroporto. Os shoppings dos aeroportos estão cada vez mais sofisticados, com ótimas sugestões de presentes. Aproveite a isenção de impostos nas lojas duty-free que se encontram não só nos aeroportos, mas também em balsas internacionais e em algumas estações de trem.

Quando comprar

As liquidações na Europa não são muito freqüentes, mas quando acontecem são muito fortes. Em muitos países, a lei só permite a realização de duas liquidações ao ano, em dezembro ou janeiro e junho ou julho. Se estiver na Europa nesta época, aproveite os preços baixíssimos das lojas que se propõem literalmente a esvaziar as suas lojas. Muitos habitantes locais têm inclusive o hábito de concentrar as grandes compras para esta época, já que os descontos são fenomenais, chegando a 70% na maioria das lojas.

Por fim, outro lugar mágico para fazer compras são os mercados de Natal, no final de novembro e início de dezembro. A Alemanha é um dos países que mais levam a sério a tradição, oferecendo praças decoradas onde é possível encontrar produtos artesanais, saborosos lanches locais, e o artesanal Glühwein. Os mercados natalinos são muito tentadores no Reino Unido, França, Bélgica, Áustria, Noruega e em muitos outros cantos festivos da Europa.

Como comprar

Os cartões de crédito internacionais são aceitos em quase toda a Europa, mas nos mercados ao ar livre e feiras é preferível pagar em espécie (você pode inclusive tentar negociar um desconto!). A prática de negociar o preço varia de país para país. Para evitar ofender alguém, informe-se no escritório de turismo local se os preços são fixos ou negociáveis. Pechinchar é mais comum nos mercados. Quanto mais desinteressado você parecer, melhor será o preço que poderá conseguir!

Os tamanhos das roupas e sapatos variam de acordo com o país. Por isso, não deixe de experimentar as coisas antes de comprá-las. Se você comprar itens pesados ou frágeis, informe-se na loja sobre serviços de transporte com seguro. O preço do envio de mercadorias por avião ou navio pode valer a pena.