Montanhas, colinas, planícies, lagos e também lagunas que descem ao mar. Em nenhuma outra zona da Itália se pode encontrar uma paisagem tão variada, como várias são as características gastronômicas desta região.

Do uso da polenta – nas montanhas ligadas aos ótimos queijos como “ l’asiago” , o “Montasio” e o Vezzena”; aos peixes e crustáceos, que acompanhados de arroz são preparados com mil receitas diferentes. Outras especialidades são: o “Riso con gli ortaggi” – arroz com hortaliças ; o famosíssimo “riso e bisi”; o esplêndido risoto com “Nero di seppia” – arroz com a tinta da lula; o “baccalá alla Vicentina”, o “fegato alla veneziana”, i bigolli con sugo d’anatra – tipo de espaguete com molho de pato, “le moleche” – caranguejos no período que pderdem suas carcaças, a “graseola”, os “schille” ´pequenos camarões e os frutos do mar em geral.

Entre os doces, o que tem conquistado fama internacional, é o “pandoro di Verona”. Famosa e muito ampla vem a produção dos vinhos: Bardolino, Valpolicela, Chiaretto del Garda, Prosecco de Valdobbiadene, onde o produto mais importante é o tinto Amarone.