A população de Emilia Romagna tem uma inclinação ao convívio que deu vida a uma culinária com sabor e com substância para poder acompanhar os vinhos Lambrusco, Sangiovese, Trebbiano, Albane e gutturnio.

A especialidade desta região é a massa fresca. Os melhores exemplos são: o talharim – para o ragú a bolonhesa; o “anolini”, “cappellacci”, “cappelletti”, “ tortellini” e “garganelli”.

A carne é aquela de porco que se transforma em derivados: “ prosciuto di Parma” e Langhirano, “culatello di Zibello”, “coppa piacentina”, “salame dei felino”, ”mortadella di Bologna”, entre tantos outros. Os pães típicos são o “tigelle” e a “crescentine”.

O queijo típico é o “Parmiggiano. Não podemos esquecer o tradicional e precioso “aceto balsamico” de Modena e de Reggio Emilia. Como exemplo de doce típico temos o “pan pepado”.