Cidade de Sassari
Site: http://www.comune.sassari.it

A 225 metros surge Sassari, sobre um massiço calcário inclinado ligeiramente em direção do golfo de Asinara (Porto Torres).

O antigo centro urbano, com ruas estreitas e tortuosas, um tempo cercadas pelas muralhas desejadas pelos aragoneses, atualmente sendo a maior parte inexistente, possui hoje modernos bairros com planta a tabuleiro de xadrez e estradas retilíneas.

Sassari é com certeza a cidade sarda mais rica de obras do renascimento, como a igreja de Santa Caterina (1580-90), onde a tradição gótica inícia a confundir-se com as novas formas do renascimento e com a curiosa decoração local e popular dos entalhados de pedra. Notáveis testemunhanças são também a igreja de Sant’Apollinare, o palácio d’Usini e a fonte Rosello.

Ao período barroco pertencem a grandiosa e fastosa fachada do duomo, de formas claramente espanholas, capelas e altares na mesma igreja, ricas reformas em Santa Maria de Belém e a igreja dos servos de Maria ( ou de Sant’Antonio Abate). Numerosos os edifícios do tardo XVIII século (Palácio Comune) e do XIX século.

Entre as festas populares e tradicionais que despontam do calendário da cidade recordamos a procissão dos candelieri (14 agosto), em memória do milagroso fim de uma epidemia de peste (1580 mais ou menos), e a cavalgada sarda (no dia da Ascenssão), com os tradicionais costumes da ilha.