Cidade de Matera
Site: http://www.comune.matera.it

A cidade surge sobre Gravina Matera (afluente esquerdo do Bradano), a 200 mt de altitude.

As origens da cidade são por enquanto incertas: após a queda do império romano do ocidente (476) foi devastada pelos ostrogodos do rei Teodorico e em seguida submetida ao domínio bizantino do general Belisario. Quando os longobardos a conquistaram, foi agregada ao ducado de Benevento.

Destruída uma primeira vez pelos francos sob o império de Carlos Magno, resurgiu no curso do IX século e foi novamente destruída (994) pelos Saracenos que espalharam os habitantes. Em 1061 foi conquistada pelos normandos, passou depois pelo domínio dos Svevi, dos Angioini e dos Aragoneses.

No início do XV século recebeu grandes privilégios por parte do rei de Aragão e da Sicília, Ferdinando I o Justo, depois caiu sob a tirania do conte Giancarlo Tramontano, que o povo assassinou em 1514. Elevada no XVII a capital da Basilicata, perdeu quatro títulos em 1806 em favor de Potenza.

Muitos dos achados arqueológicos e históricos são conservados no Museu Nazionale Domenico Ridola.