Cidade de Lanciano
Site: http://www.comune.lanciano.chieti.it

Lanciano foi a capital dos Frentani, povo itálico sanítico que era aliado de Roma durante as guerras saníticas .

Saqueada pelos godos e depois devastada pelos longobardos, passou então aos bizantinos, aos francos e aos normandos (1060 d.C.) e foi anexada ao recém- nascido Reino da Sicília.

No 1300, a cidade conheceu um período de desenvolvimento econômico graças a sua vocação comercial, tornando-se o maior centro habitado do Abruzzo.

Com a descoberta da América e a transferência dos tráficos do Adriático ao Atlântico, Lanciano conheceu também um período de declínio econômico.

Lanciano conserva um dos maiores monumentos da região: a igreja românica de Santa Maria Maggiore (1227) construída segundo as regras da arquitetura da borgognona-cistercense, enriquecida pelo portal gótico.

De interesse histórico e cultural também as Torres Montanare, ou o que resta da muralhas construídas no final do X secolo e demolidas ao início do XX século para facilitar a expansão da cidade.