Cidade de Fermo
Site: http://www.comune.fermo.it

Nasce no declive da colina Sabulo em 264 a.C. por vontade dos Romanos que, preocupados pela presença do povo Piceno na região, decidiram fundar um ponto de observação com o objetivo de vigiar a capital picena Asculum. Como todas as cidades, teve uma fase de desenvolvimento graças à pax augustea que permitia florecer o comércio no Império.

Com a queda do Império Romano, Fermo foi invadida pelos bárbaros godos, testemunhou a luta entre os Ostrogodos e Bizantinos, e fez parte do Reino Longobardo a partir de 575. Pelo motivo da chegada dos Francos de Carlos Magno, o território da região Marche torna-se parte do Patrimônio de Pietro, termo com o qual se designava as terras sob o poder do Papa e protegidas pelos Francos. Torna-se município livre em 1199 e portanto, após a mudança frequente de várias nobrezas, volta a fazer parte do Estado Pontificio no 1500.

Fermo é uma cidadezinha que preserva intacto o seu aspecto medieval através da sua muralha e do seu antigo burgo dominado pela Catedral dell’Assunta. Do período romano é possível visitar as Cisternas Romanas (I sec. d.C) pelo abastecimento hídrico da cidade antiga e os restos do teatro de Falerone.
No centro a Piazza del Popolo os mais antigos e se têm os mais prestigiosos palácios como Palácio dei Priori, um tempo sede do Município e atualmente Pinacoteca Civica.

Em Fermo a cada 15 de agosto se corre o "Palio dell'Assunta".